Como chegamos aqui

18 de julho de 2020 Devaneios

o porquê

Sempre achei a ideia de ter um cartão de visitas virtual incrível, um lugar onde você possa exibir seus projetos, currículo e textos sem o tradicional buzz das redes sociais, eu sei que nada substitui o networking do Linkedin ou o alcance de uma postagem do Instagram, e esse site com certeza não almeja substitui-los, porque ele é só mais uma vitrine, só que entre as inúmeras vitrines que você pode escolher para me acompanhar, se é que você realmente queira fazer isso, aqui não tem a trigésima foto do filho daquela tia que mora longe e você nunca chegou a conhecer direito, ou a vigésima história de superação e empreendedorismo que você curte sem ler, só para que, quem sabe, te notem.

o antes

Como eu disse, eu sempre adorei a ideia de ter um site como esse, por isso em 2019 eu coloquei no ar o trotta.tk, um site em Wordpress que tinha o mesmo intuito desse aqui, porém, como tudo no Wordpress, atualizá-lo era enfadonho e a manutenção constante.

Já atualizou seus plugins hoje?

Lentamente abandonei a ideia, a página permaneceu no ar, mas o tesão por aquilo não.

Quantos usuários do Wordpress você precisa para trocar uma lâmpada?

Só um, o problema é ter que instalar os 5 plugins e incorporar as 20 tags necessárias para a lâmpada funcionar, não se esqueça que cada um deles custa 100 dólares anuais.

o agora

E qual o melhor momento para retornar para essa ideia se não agora, durante a grande praga de 2020. E assim o fiz.

Fiz um fork do Techfolios, mudei tudo, atualizei dependências, criei um sistema complexo para adicionar suporte multilíngua ao Jekyll+GithubPages, e cá estou escrevendo esse texto, o primeiro texto.

Não sei bem porquê estou escrevendo isso, mas vitrines são assim, a gente as arruma, porque vai que tem alguém olhando.